domingo, 4 de setembro de 2011

Caxinguelê: o esquilo brasileiro


O caxinguelê é uma espécie brasileira de esquilo florestal, pequeno (mede cerca de 30cm com a cauda), esguio, esperto, ágil e muito preciso em seus saltos (dá pulos incríveis de uma árvore para outra).



Por causa dessas características, também, recebe o nome de serelepe. É o único esquilo da Mata Atlântica, possui hábitos diurnos e pode viver até 15 anos.






São mamíferos roedores e precisam gastar os dentes, pois esses crescem continuamente. Vivem sozinhos ou em pares. Dormem em troncos ocos de árvores.






Têm olhos grandes, orelhas pequenas, pelagem macia e uma longa cauda peluda.







Alimentam-se de frutas, frutos secos, mas, eventualmente, comem, também, insetos e brotos de árvores. São considerados grandes dispersores de sementes, pois, quando coletam alimentos têm o hábito de enterrar sementes para comê-las mais tarde. No entanto, algumas sementes acabam sendo esquecida por ele e germinam, dando origem a uma nova árvore.







Além de caxinguelê e serelepe, esse esquilo recebe os nomes de acutipuru, quatipuru, quatimirim, caxinxe e catiaipé.





Referências bibliográficas:












Texto e imagens: Cláudia Pinheiro Camargos

Nenhum comentário:

Postar um comentário