sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Aliados contra a dengue!

Sapos, rãs, pererecas e lagartixas






Eles podem não ser muito bonitos (embora, acredito, há quem os considere “uma graça”), mas são animais extremamente importantes para o equilíbrio ecológico. Controlam a população de insetos e, por isso, ajudam na prevenção de doenças como a dengue, a febre amarela e a malária.











Os sapos, as rãs e as pererecas pertencem à ordem dos anuros, nome de origem grega, que significa “sem cauda”. Essas três espécies fazem parte da classe dos anfíbios.







Um sapo adulto come uma quantidade equivalente a três xícaras cheias de inseto por dia!







Os anfíbios são indicadores naturais da saúde do meio ambiente, pois para manter sua diversidade e crescimento necessitam de um ecossistema equilibrado. A diminuição dessas espécies é um alerta de que um sério processo de degradação ambiental.









As lagartixas também exercem o controle de pragas, alimentando-se de insetos como os mosquitos e as baratas. Elas pertencem à classe dos répteis e têm características extremamente interessantes - como a capacidade de regenerar sua cauda depois de perdê-la em algum acidente e a habilidade de aderir-se em quase todo tipo de superfície, subindo em paredes, andando no teto e escalando vidros.





 lagartixa-doméstica-tropical (Hemidactylus mabouia)




Dessa forma, nesse momento, em que o nosso País tanto se empenha numa intensiva campanha contra a dengue, esses animais são nossos grandes aliados no controle dos mosquitos Aedes Aegypti.




Referências bibliográficas:

Fotografias: Cláudia Pinheiro Camargos

Um comentário: