quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Mimosa pudica: Maria, fecha a porta!




Mimosa pudica é o nome científico dessa planta sensitiva, que é popularmente conhecida por dormideira, dorme-dorme, sensitiva, mimosa e Maria-fecha-a-porta. A espécie é nativa do Brasil, mas, hoje, é encontrada na África, Ásia e na parte tropical das Américas.





Essa planta, que dá essa linda flor rosa, é um arbusto da família das leguminosas (a mesma do feijão e da ervilha).  No Brasil, é encontrada, geralmente, em lugares úmidos, como os locais de Mata Atlântica ou da Floresta Amazônica. Ela apresenta um efeito curioso quando é tocada: suas folhas se fecham imediatamente.












Lembro-me, quando era criança, que gostava de encontrá-las na mata e tocá-las, só para vê-las se fechar, embaladas no bordão: Maria! Fecha a porta, que o boi "inveim"! E para as folhas se abrirem: Maria! Abre a porta, que o boi já foi! (E o pior é acreditar que a planta fechava ou abria as folhas, porque a gente falava com ela...)

Se encontrar alguma, cuidado ao tocá-la, pois seu caule tem espinhos!


Não é somente o toque que faz as folhas dessa planta se fecharem: altas temperaturas, um vento mais forte, frio e a falta de raios solares podem funcionar como estímulos. Os movimentos que a Mimosa pudica realiza são devidos à perda ou ganho de água de algumas células do pulvino (o conjunto de células especializadas que existem na base de cada folha e de cada folíolo). Quando essas células estão cheias de água, elas mantêm os folíolos abertos e as folhas levantadas. Quando sofrem plasmólise, ficam murchas por falta de água, seus folículos se fecham e as folhas ficam inclinadas.




Referências bibliográficas:


 


O link abaixo explica como acontece o movimento das folhas na Mimosa pudica e propõe um experimento para compreender melhor o fenômeno:






E, pesquisando, descobri, ainda, uma matéria muito interessante escrita pelo colunista José Ribamar Bessa Freire. Vale a pena conferir:

http://www.patrialatina.com.br/colunaconteudo.php?idprog=a3545bd79d31f9a72d3a78690adf73fc&cod=1857






Fotografias: Cláudia Pinheiro Camargos

Nenhum comentário:

Postar um comentário